Muitas Emoções

5836FELICIDADE.jpg

Aqui estou novamente nesta “Italia Bela”. Vim para ca muito feliz depois da minha estada em Lisboa. O trabalho com os atores foi maravilhoso, a resposta também.Reencontrei amigos antigos, que juntamente com os novos, me fizeram um “encontro surpresa”, fiquei emocionada em me sentir tao querida por pessoas, que mesmo sem saberem, tem um lugar MUITO especial no meu coração. Desta vez pude estar mais perto da Patricia Sequeira, e trocarmos mais sobre arte, vida, sobre “o ser humano” e suas emoções, que é ao final de tudo, é nosso instrumento de trabalho. Mais uma vez sai de Lisboa com a sensação de que voltarei em breve, para esta cidade que me é tao próxima do “me sentir em casa”. Agora estou aqui na Italia, neste Pais onde mora um pedaço da minha família, e que sinto muita pena de “non parlale italiano bene”, para poder me comunicar mais. “Meno male che capisco molto”, assim participo um pouco das conversas e da vida das pessoas. Estive na praia, com belos dias de sol, agora vou estar com meu sobrinho nos seus 18 anos de vida….o tempo realmente passa rapido, é incrível. Ele agora é um menino/homem ou homem/menino, mas muito inteligente, seguro e penso que pronto para construir sua vida em um mundo cada vez mais confuso e louco, cheio de pessoas infelizes, agressivas e radicais. Quando penso, sinto pena dos jovens. Muito difícil ser jovem nesta epoca. Muitos sem referencias familiares, abandonados com suas maquinas tecnológicas, e sem se darem conta, fazendo parte de uma massa humana cada vez mais igual e manipulada pelo “avanço do mundo material”. Vamos espera e ver para onde este mundo vai. Espero que para um lugar muito bom, com espaço e respeito para as diferenças em todos os sentidos, harmônico, e cheio de alegria de viver. Sinceramente, é tudo que desejaria, mas não querendo ser pessimista, eu não acredito muito!!!

Notícias…

News BlogNossa, faz tempo que eu não “apareço” por aqui. Já estava com saudades deste meu “canto de comunicação”. Muitas coisas aconteceram. Fui para minha cidade do coração N.Y.  e fiquei muito feliz em estar lá com todo aquele frio e aquela neve. Achei a cidade muito bem cuidada, e andei muuuuuiiiiito por lá. Saudades sempre. Gostaria muito de voltar a morar lá. Como eu gosto daquele lugar. Acho que é de outra vida mesmo.Fui muito para o teatro. Vi muitas coisas boas mas também muitas coisas ruins de  “novos” artistas. Fico impressionada como a qualidade para criar está sem “estofo”. Dá para sentir o despreparo, a falta de estudo e conhecimento. Acho que as pessoas pensam que o público tem de engolir qualquer porcaria, é irritante. Tem gente que acha que seus espetáculos da sala de casa, têm que ir para o teatro para serem jogados como arte e esperam que nós, o público, entendamos suas carências de preparo e talento, é demais!!!  Ainda bem que sempre existirão os verdadeiros artistas para que possamos nos alimentar e inspirar de coisas belas, emocionantes, intrigantes, questionadoras, etc. De volta à casa, recebi novamente um convite da Patrícia Sequeira para ir à Portugal dirigir atores para um novo trabalho. Estou muito feliz em retornar a terrinha e reencontrar pessoas tão queridas e profissionais, no comando desta diretora que tanto admiro. Então em maio parto para este novo desafio, com meu coração muito feliz e inspirado para esta nova experiência com meus colegas atores e diretores deste País tão próximo de nós desde sempre. Lá vou eu Lisboa querida, viver esta cidade cheia de gentilezas, lugares belos, bom vinho, boa culinária, estar com amigos e também para ouvir nossa língua portuguesa muito bem falada, que para mim é sempre um prazer para os ouvidos.

New York, New York…

images.jpg N.YAh….esta cidade realmente mexe comigo. Depois de alguns anos voltarei a rever minha cidade do coração…..New York, New York. Como gosto de estar lá. O cheiro, os prédios, as facilidades, a eficiência, o movimento, e tudo de bom que consigo sentir quando estou por lá.  É assim que funciona não é mesmo? Quando gostamos de um lugar enxergamos todos os lados positivos. Não ignoro os negativos, mas para mim eles não importam muito. Lá estamos realmente em contato com “o mundo”, com suas grandezas e mazelas. Estou muito contente de poder ir me reenergizar por lá.                                                                                           Vou estar com uma mestra das artes, Gabriela Taub Darvash, com quem tive o presente de poder conhecer e estudar quando lá morei. O fruto deste encontro é uma amizade verdadeira e profunda, onde até hoje procuramos aguar e preservar, sabendo que uma relação de troca como a nossa é cada vez mais difícil de ser encontrada.                       Todas as vezes que volto para lá, depois de lá também ter sido “minha casa” por alguns anos, ando pela cidade e quase sempre me vem uma emoção do fundo da alma, como se não fosse de agora, e sim de outras épocas “passadas”, onde acredito que lá estive, daí tanta paixão acumulada. É paixão desta e de outra vida juntas, num misto de muitas emoções que me deixam coisas muito boas no coração mas também um sentimento de saudades que não sei bem explicar “de que”, mas que com certeza é bem real.                 Então New York, aqui vou eu para matar um pouco desta saudade e também vou com muita ansiedade para este nosso reencontro. Sei que aí sempre sou muito bem-vinda!

Adeus…mais um ano que se vai…

ano novoMais um ano que se vai. Sei que é só mais um dia no calendário, mas os sentimentos que seguem juntos são um misto de emoções de muitas coisas que passamos, boas e ruins. Talvez por ser novo, o ano que se inicia sempre traz boas esperanças, embora às vezes já podemos antecipar em algumas situações, de que tudo continuará igual porque não sentimos o movimento para mudanças, uma pena! Na emoção alegria, este não foi um bom ano para mim. Para recomeçar um novo dia num novo ano estou juntando os caquinhos e tentando superar momentos nublados. Espero que o sol venha forte no meu coração e que eu possa sorrir com a alma.           Sei que  existem muitas pessoas neste mundão aí afora que estão com dores fortes em seus espíritos. Sempre penso nelas e peço que elas recebam ajuda dos céus para superarem seus momentos difíceis. Pessoas desconhecidas nos campos de refugiados, nos asilos, nos orfanatos, nos hospitais, sem abrigo e mais todos aqueles que já não têm mais força para lutarem por si mesmos. Também penso e peço ajuda, força para todos aqueles “anjos” que sempre aparecem com sua ajuda, doando um pouco de si para amenizarem cada dor individualmente. Em um mundo tão desalmado é bom saber que existem estas pessoas “anjos” que abdicam de alguns sonhos particulares, para transformarem suas vidas em amor e doação para o próximo. Realmente estas pessoas têm verdadeiramente “O Espírito do Natal”, que dentre tantos ensinamentos também é “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmos”.                         Um belo ano à todos nós e que possamos praticar a doação do amor maior em cada ação do nosso dia a dia, buscando sempre a nossa reforma íntima para “O BEM”.             Que a paz possa estar com cada terráqueo em 2015. Vamos fazer nossa parte.

Até o nosso reencontro “nestas vidas”!

images.jpg universo blogNeste momento gostaria de transformar todas estas palavras em abraços muito apertados, contendo todo meu amor, carinho, gratidão, respeito, admiração, saudade. Que bom que acredito na continuidade da vida e que aqui estamos só de passagem, para irmos conquistando nosso crescimento e aprendizado e assim alçarmos mundos mais altos quando conseguirmos entender e praticar o amor real, pleno e verdadeiro.                                                      Como nos disse Jesus: -”Há muitas moradas na casa de Meu Pai”. O universo com sua infinidade de “Mundos”, já nos mostra o que Ele quis nos ensinar. É só querer ver.             Agradeço muito, por sempre receber ajuda destes outros mundos invisíveis, para que eu consiga superar as provas e dificuldades pessoais do cotidiano, e também procurar entender sem revolta os absurdos que acontecem neste nosso planeta, cometidos por nossos iguais. Precisamos sim, fazer este estágio por aqui, até que deixemos de nos maltratar com tanto sadismos, degolando sonhos dos nossos irmãos de raça, só porque pensamos ou cremos em coisas diferentes. É difícil de acreditar e ver tanta maldade.       E é nesta hora que confio que “não cai uma folha de uma árvore sem a permissão de Deus”. Ainda somos ignorantes para entender “todos os mistérios das vidas”, mas um dia chegaremos lá, tomara….                                                                                                       Acreditando nisto, vou vivendo estas saudades, esperando que um dia possamos todos nós nos abraçarmos novamente, sentindo o calor do nosso amor. Que esta distância seja sempre preenchida com muita harmonia, equilíbrio e muita paz e luz nas nossas almas.    Obrigada por tudo meus amores. Vou aguardar o nosso reencontro em algum destes mundos no imenso universo de Deus. Enquanto isto, quando der, vamos tentar nos encontrar nos meus sonhos. Vou esperá-los por lá. Saudades sempre com muito amor.

Que tristeza estas eleições…

images.jpgbrasil ou Cuba images.jpg Bolsa FamiliaÉ  muito triste que a política do assistencialismo sem metas e objetivos para os assistidos tenham ganham uma eleição. Que um “cabo eleitoral” sem educação, sem classe, sem cultura, sem cuidado com o povo e que além de tudo, estimula o ódio e a separação social, cultural, econômica de um País tenha conseguido “monopolizar” as regiões mais carentes do nosso País.                   Perder faz parte do jogo, mas em qualquer situação queremos o “jogo limpo” e não como foi feito nestas eleições. Existem MUITOS fatores que não são colocados para os eleitores, até porque são assuntos técnicos para explicar a situação real do Brasil. Para quem interessa? O que importa para alguns eleitores é receber o seu dinheiro todo mês.  Muitos realmente precisam, outros muitos se acomodam nesta situação, e para outros,  o País que se ferre. Ninguém é ou será o salvador da Pátria, mas temos que refletir o que queremos para nós. Somos um País que queremos que nosso povo cresça ou fique dependendo do governo pra que possa ser manipulado sempre? Queremos ser um País com ética ou o vale-tudo está bom? Temos muitas reflexões à fazer.                            Este Partido acabou de ganhar uma eleição e seu principal cabo eleitoral que não quer largar “este osso do Poder” de maneira alguma, já declarou, um dia depois, que está pensando em se candidatar na próxima eleição, que só será em 2018, acreditem se quiserem! Eles querem mudar o País ou só confirmam com esta declaração que o que importa para eles é o Poder!!! Este ex-presidente tem muita coisa a declarar e esclarecer ao povo, mas o seu Partido e ele, fingem que nada aconteceu no seu governo e que está tudo bem. Eu sou uma que quero MUITO saber de tudo, mas de quem exigir?            Estou triste com os resultados destas eleições. Como já disse anteriormente eu não sou de Partido Político nenhum, eu só queria que os resultados das manifestações de junho tivessem vindo também nas urnas, ou seja, com quem está não dá para ficar, vamos tentar mudar e ver os resultados, mas não. Talvez já tenham esquecido o quanto foi investido numa Copa do Mundo enquanto o povo está sem educação, saúde, etc, etc. Sempre disseram que nós brasileiros temos memória curta…..é verdade, aí está a prova. Nada aconteceu depois das manifestações e nada aconteceu agora. Quanta tristeza!!       Fui criada para ter valores morais, cívicos, éticos, e prefiro continuar buscando sempre este caminho. Teve uma época no Brasil que uma frase foi muito debatida, que era…         “Brasil, ame-o ou deixe-o”….., então, cada um que faça a sua escolha.

MUDA BRASIL….

Índice.jpg brasilEu dei um tempo para observar um pouco esta campanha política desde o primeiro turno.São tantas mentiras. Eu não tenho partido polïtico (nem a maioria deles, tanto é que muitos mudam de partido como quem troca de roupa.     Eu procuro votar em pessoas que acredito, e porisso nesta eleição eu gostaria muito que o Aécio ganhasse. Este partido PT realmente é inacreditável! Fico lendo tudo que já aconteceu com nosso dinheiro, com os cargos públicos, com a “gana” pelo PODER  e fico abismada com tanta sujeira. Sinto pena que grande maioria de nós brasileiros, ainda somos muito “crianças” politicamente. Muitos acreditam nas inverdades e promessas que são ditas. O PODER é uma das grandes provas para a humanidade. Muito difícil de exercê-lo com dignidade e ética. Largá-lo depois que o conquistam, não são todos que querem. São muitas “as mordomias, os acordos, as ajudas de custos, e por aí vai, a lista é bemmmmmm longa”.                                             É, mas viva a nossa Democracia, onde a lei do vale-tudo corre solta, sem nenhum compromisso com a legalidade dos fatos e dos atos.                                                       Dia 26 de outubro eu volto, ou muito feliz com uma nova esperança, ou muito triste por ter de aguentar novamente tudo isso que já está por aí faz tanto tempo, até lá é só aguardar!!

Nosso Mundo de Hoje…

images.jpgBlogNesta semana o PAPA Francisco disse uma frase para exprimir seu sentimento sobre o mundo no qual estamos vivendo atualmente. Ele disse: “Estamos vivendo uma terceira guerra mundial fragmentada”. E pensei em quão bem analisada foi a nossa atual situação mundial. Povos que realmente NÃO QUEREM A PAZ. O prazer em criarem guerras é que os fazem buscar desculpas e justificativas para atacarem uns aos outros. É impressionante o que o DESEJO de Poder faz com as pessoas e elas vão perdendo totalmente a lucidez do que significa “VIDA”. Este desejo da guerra vai fazendo seus “soldados” em qualquer segmento do cotidiano. Outro dia, vi no metrô um jovem pedindo, “dá licença”, mas ao mesmo tempo que pediu, empurrou a pessoa da sua frente. O pedido não teve importância nenhuma, falou apenas por falar e ainda achou ruim quando a pessoa empurrada falou – “Não dá para esperar eu te dar a licença sem me empurrar?”. Assim estamos nós, brigando por nossa sobrevivência num mundo onde as pequenas guerras do dia a dia estão formando pessoas para fingirem e acreditarem que se importam com os outros. Pessoas que querem brigar para defenderem seus pontos de vista a qualquer preço, mesmo que para isto eu tenha que “Matar” o outro, sejam com palavras ou atitudes, mas o importante é estarem “conectados” com os fatos.         Graças a Deus ainda temos muitas coisas boas sendo feitas entre as pessoas, mas a maldade está tomando conta de muitos corações e com ela vêm todos os seus derivados, como a maledicência, a impiedade, o ódio, e também a falta de discernimento para que cada um possa fazer uma autoavaliação, reconhecer seus erros e antes de querer corrigir o mundo, “corrigir a si mesmo”.                                                           Citando o filósofo Sócrates:- “Não penses mal dos que procedem mal; pensa somente que estão equivocados”. – ” Existe apenas um bem, O SABER, e apenas um mal,            A IGNORÂNCIA”. – “Quanto a mim, tudo que sei é que nada sei”.

A Política e os seus Políticos…

Blog-PolíticaJá já chegarão as eleições novamente, e como sempre, é tudo a mesma coisa  desde que me conheço por gente. Outro dia eu estava pensando, como queremos que “a política” seja diferente se desde que o mundo é mundo, sempre foi assim? “Os políticos” querem o bem deles e também tirar vantagem de um cargo. Política para mim, NÃO DEVERIA SER PROFISSÃO. Ser político deveria ser um cidadão que quer o bem do seu bairro, da sua cidade, do seu estado e do seu País, mas como um dever de cidadão e não como uma profissão remunerada, porque é daí que “os interesses” aparecem visando o bem deles próprios ( $$$ ) e não o do povo. Eles cuidam de muito dinheiro que não lhes pertence, mas que os tentam demais a quererem ter o que não têm e também aumentarem suas contas bancárias. Fico assistindo o horário eleitoral, (não sempre, porque ninguém é de ferro), vejo os cartazes nas ruas, e me pergunto: quem acredita que estas pessoas realmente querem alguma coisa para o povo? Fotos de homens e mulheres com seus cachorrinhos, sorrisos falsos, e muito muito mais. Também me pergunto: se ser político é uma profissão, porque não exigir maior PREPARO dos candidatos para poder exercê-la? Porque Política e Religião querem andar juntas? Para “boas obras” é que não é, e temos muitas provas disto, mas perto das eleições, todos são religiosos. Para muitos pastores, além das ofertas dos fiéis, querem também assegurar outras fontes para suas “igrejas”. Para os políticos, terem estes fiéis nas urnas vale mais do que qualquer ética de crença ou valores. Se é uma profissão, para ser político todos deveriam pelo menos saberem  ler, conhecerem as cidades e seus problemas, os estados e suas capitais, e as leis do nosso País, e isso seria só um mínimo, mas nem de longe é isto que vemos por aí.                                     Vejo o governo atual, com tanta corrupção, tantas provas das desonestidades e roubos aos cofres públicos, amantes envolvidas, doleiros e suas secretárias, julgamentos forjados, e tudo isto rodeado de “tanta inocência” dos que estão envolvidos. Para mim, só podem ser protegidos da imprensa e também pelo esquecimento e ignorância do nosso povo, que mostra esta ignorância política na hora das pesquisas eleitorais, onde comprovamos que a maioria do nosso povo REALMENTE não se importa e até gosta de ser  roubada. Quando vemos alguns candidatos de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e por todo Brasil, percebemos que a realidade não me deixa mentir. Vamos aguardar o que o povo vai decidir pra si, mas lembrem-se, depois, NÃO ADIANTA RECLAMAR…e vamos as urnas!!!

O que fazer….

BlogÉ…a Copa acabou!!! Soubemos das falcatruas das empresas ligadas a Fifa. Até parece que isto é novidade. Não é só a Fifa não, na CBF também. Quantas vezes já ouvimos estas histórias, mas “o mundo” finge que nada de errado acontece, nada é feito e continuamos na mesma.              Que vergonha !!!!!  Mas não é só no futebol que precisamos melhorar desde as equipes de base. Temos que melhorar nas equipes de base na educação, na saúde, na dos governantes e por aí vai…a lista é bastante grande.   A solução sempre é ” trocar seis por meia dúzia” e assim vamos empurrando com a barriga, reclamando de tudo e não fazendo nada de produtivo para ajudarmos na mudança. Agora poderemos tentar mudar com as eleições, mas quando vemos os políticos que querem “cuidar do nosso País”, da vontade de chorar. Qual a solução então, votar em branco? O Brasil inteiro poderia fazer isto, e quem sabe outras lideranças apareceriam com intenções verdadeiras de realmente quererem mudar o País.               O mundo todo precisa de ajuda. Viver em conflitos e guerras é prazer para muita gente, e quando tudo está meio calmo não demora muito para criarem motivos para suas vinganças. Como sempre os que sofrem de verdade são os que menos podem fazer para a paz. Será que realmente desejamos PAZ??? Eu sinceramente acho que não, porque para conquistarmos a paz de uma nação precisamos praticá-la nas pequenas atitudes do dia a dia, e atualmente não é bem isto que vemos por aí. Vamos tentando fazer a nossa parte e quem sabe um dia praticaremos de coração e alma o que já nos foi ensinado faz tempo… perguntaram à Jesus…-”Mestre, quantas vezes devo perdoar meu irmão? E ele respondeu…-”Deves perdoar não sete vezes, mas setenta vezes sete”.     Quem sabe um dia conseguiremos praticar este Amor, ainda tão longe do nosso pequeno entendimento. Vamos tentando, a esperança é a última que morre…