Depois da festa…

fotos blogÉ bom o clima de festa da Copa do Mundo de Futebol. O mundo todo vivendo esta alegria juntos, numa confraternização realmente maravilhosa. Os estúpidos que gostam de brigar e arrumar confusão  sempre terá em qualquer lugar, mas vermos os povos lado a lado torcendo para seus Países, neste esporte que é impressionante pela paixão que causa nas pessoas, são momentos inesquecíveis. Pena que o comando tão poderoso da FIFA, que acaba até mandando nas leis dos Países, determinando muitas coisas que não são boas, é inacreditável, principalmente pelo poder que exerce nas pessoas. Nada é perfeito e quem pode lutar por mudanças neste poder absurdo, não o faz, e assim as águas vão rolando com MUITO dinheiro e corrupção envolvidos.  Espero que nós brasileiros, não nos esqueçamos que depois da festa teremos a conta, que vai ser alta para nosso povo. Não nos esqueçamos destes estádios que foram construídos sem necessidade alguma, só para lucro e exibicionismo do ex-presidente e sua trupe, tão protegidos pelo “sistema”, mas que nos deixaram estes estádios que serão verdadeiros “elefantes brancos” para mantermos ou apenas deixarmos serem corroídos pelo abandono, como tantas outras obras deste País.       Que continuemos a protestar com inteligência e propriedade dos “porquês e para que lutamos” e que possamos assim, através dos nossos votos, irmos tentando mudar politicamente este Brasil. Fácil não é, porque temos “várias serpentes do mesmo ninho” mas não podemos desistir nem desanimar. O impostômetro já bateu recorde este mês, e assim nós vamos vivendo, pagando pra trabalhar e não recebendo trocas por esta fortuna paga. Acho que para certos brasileiros, serem chamados de povo animado e festeiro, já os realiza, mas para mim não. Eu preferiria ter mais justiça, segurança, saúde, educação, cultura, transporte, etc, etc, não necessariamente nesta  ordem.                        Agora vamos esperar o apito final e ver quem será o campeão nesta luta pelos gols, que nos distraí um pouco e por pouco tempo dos problemas sérios do mundo real.